quinta-feira, agosto 11, 2022

Política editorial

O site da ALAI, online desde 1999, contém mais de 125.000 documentos classificados por assunto, autor, idioma, país ou região, data e tags, para facilitar sua busca. O conteúdo dos artigos e pareceres assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não refletem necessariamente a posição editorial da ALAI.

 

Política de reprodução

ALAI é uma agência sem fins lucrativos e suas publicações são editadas sob o princípio do Copyleft. Ou seja, materiais de origem própria, conteúdo exclusivo ou especialmente enviado à agência e editado ou traduzido pela ALAI podem ser reproduzidos livremente, desde que observadas as seguintes regras:

  • Mantenha os títulos e subtítulos do texto. Evite cortes, reduções ou exclusões dos mesmos sem a autorização da ALAI ou de seu respectivo autor.
  • Cite corretamente o autor.
  • Se os materiais indicarem uma fonte diferente de ALAI (sempre no final), consulte a fonte original para permissão de reprodução.
  • No caso de conteúdo original ou especialmente enviado para ser editado ou traduzido pela ALAI, indique-o com o nome da agência e hiperlink para este site.
  • No caso de conteúdo de mídia social, cite o autor, ALAI e marque nossas contas, seja Facebook, Twitter ou Instagram.
  • Para reproduzir fotos, ilustrações e imagens em geral, respeite os respectivos créditos.
  • O conteúdo replicado não deve ser usado em nenhum caso para fins lucrativos.
  • No caso de fazer uma tradução de qualquer um de nossos artigos, por favor, avise-nos em info@alainet.org 

Código de ética

Diretrizes

  • Oferecer um acompanhamento informativo ordenado e sistematizado dos processos sociopolíticos da América Latina e do Caribe, contextualizando-os.
  • Fornecer informações relevantes para os processos de tomada de decisão e a participação de grupos sociais e cidadãos.
  • Contribuir para o desenvolvimento de uma abordagem integrada dos direitos humanos, igualdade de género e interculturalidade.
  • Promover a articulação de um amplo movimento em prol da democratização da comunicação.
    Promover a articulação de mídias alternativas e populares.
  • Conscientizar e capacitar as organizações sociais a formular suas próprias políticas de comunicação e desenvolver sua capacidade de se expressar na arena pública.
  • Promover o acesso às novas tecnologias de comunicação, com vista a diminuir o fosso tecnológico e contribuir para o desenvolvimento.

A ALAI mantém como critério editorial a publicação de materiais que:

  • Não prejudicam a honra e a reputação das pessoas, bem como a sua privacidade pessoal e familiar.
  • Não contenha linguagem ou abordagens sexistas, racistas ou discriminatórias a pessoas ou grupos sociais.
  • Promover uma abordagem inclusiva, particularmente de setores sociais e povos ancestrais tradicionalmente marginalizados e discriminados.
  • Respeitam a dignidade das pessoas com patologias ou deficiências.
  • Respeitam os direitos e a dignidade das crianças, adolescentes e idosos.
  • Não incentivam comportamentos perigosos ou prejudiciais à saúde ou ao meio ambiente.

No que diz respeito à prática profissional, a ALAI defende os seguintes princípios:

  • Respeitar os pressupostos de verificação, oportunidade, contextualização e comparação na divulgação de informação de relevância pública ou interesse geral.
  • Descarte o sensacionalismo e a mercantilização da informação.
  • Abster-se de obter informações ou imagens com métodos ilícitos.
  • Defender e exercer o direito à cláusula de consciência.
  • Impedir a censura em qualquer de suas formas, independentemente de quem pretenda realizá-la.
    Exercer e respeitar os direitos de confidencialidade e sigilo profissional.
  • Não utilizar informações privilegiadas em benefício próprio, obtidas de forma confidencial no exercício da sua função informativa.
  • Respeite os direitos autorais e as regras de citação.
  • Respeite a reserva e a confidencialidade das fontes de informação.
  • Distinguir inequivocamente entre notícias e opiniões.
  • Distinga claramente entre material informativo, material editorial e material comercial ou publicitário.
  • Retificar de forma tempestiva e proporcional as informações que se tenham demonstrado falsas ou errôneas.
  • Assumir conjuntamente, entre a mídia e o autor, a responsabilidade pelas informações e opiniões que são divulgadas.